Postado em: 06 de junho de 2012

Curso de Habilitação ao Quadro Auxiliar de Oficiais (CHQAO)

 Sobre as Inscrições:

Inscrição via Portal de Educação do Exército para o CA/2012.

Período: 16 ABR a 16 JUL 12 (até 2400h, hora de Brasília).

São Requisitos Básicos para o Concurso:

Ser subtenente ou primeiro sargento da ativa do Exército, das turmas de formação (Cursos de Formação de Sargentos – CFS) dos anos de 1990, 1991, 1992 e 1993;

Sobre as Provas:

Data da prova:

24/11/2012 – Conhecimentos Gerais – Horário: 1300h às 1700h

25/11/2012 – Conhecimentos Militares – Horário: 1300h às 1700h

a. Conhecimentos Gerias: Português, História, Geografia,

b. Parte Profissional:

1) E-1 – Estatuto dos Militares;

2) R-1 – Regulamento Interno e dos Serviços Gerais (RISG);

3) R-3 – Regulamento de Administração do Exército (RAE);

4) R-4 – Regulamento Disciplinar do Exército (RDE); e

5) IG 10-60 – Instruções Gerais para Aplicação do Regulamento de Continências, Honras, Sinais de Respeito e Cerimonial Militar das Forças Armadas.

Conteúdo de Conhecimentos Gerais

1) Programa de Língua Portuguesa:
O candidato, ao ler textos diversos, deverá ser capaz de:
a) identificar o sentido de palavras e expressões;
b) interpretar o sentido de frases e parágrafos;
c) interpretar relações tais como fato/causa, fato/consequência, fato/finalidade, fato/conclusão, fato/opinião, problema/solução;
d) identificar relações de oposição, analogia, ordem, inclusão, exclusão, alternância e simetria;
e) identificar estrutura do texto dissertativo argumentativo: introdução, desenvolvimento, e conclusão; ideia principal, argumento, fato, opinião;
f) identificar e analisar a sucessão cronológica dos fatos;
g) identificar os recursos que visam à coerência do texto, ou seja, o modo como as ideias são apresentadas, desenvolvidas e articuladas;
h) identificar o emprego de pronomes, conjunções, preposições, tempos verbais, pontuação e outros recursos coesivos; e
i) identificar os níveis:
(1) fonológico (aliteração, assonância e onomatopeia);
(2) morfológico (classe gramatical e valor dos elementos mórficos das palavras);
(3) sintático (regência verbal e nominal; concordância verbal e nominal); e
(4) semântico (polissemia e linguagem figurada – metáfora, metonímia, antítese, eufemismo, hipérbole, ironia, gradação, prosopopeia ou personificação).
BIBLIOGRAFIA:
INFANTE, Ulisses. Curso de Gramática Aplicada aos textos. São Paulo: Scipione, 2006
CUNHA, Celso e CINTRA, Lindley. Nova Gramática do Português Contemporâneo. 5ª Ed. Rio de Janeiro: Lexicon

2) Programa de Geografia:

a) Eixo 1. Produção e Território:
(1) organização do espaço industrial brasileiro: evolução e tendências;
(2) dinâmica do mercado de trabalho no Brasil;
(3) dinâmicas territoriais da economia agrícola no Brasil;
(4) a questão agrária e a expansão do agronegócio;
(5) evolução e tendências no setor de transportes;
(6) políticas territoriais no setor de energia: matriz, distribuição e tecnologias; e
(7) redes, comércio e território.
b) Eixo 2. Meio ambiente e Território:
(1) meio ambiente e urbanização: questões e problemas;
(2) os impactos da agropecuária na dinâmica ambiental;
(3) energia e meio ambiente: os impactos socioambientais das diversas matrizes energéticas brasileiras; e
(4) a dinâmica da natureza no espaço brasileiro.
c) Eixo 3. Espaço urbano brasileiro:
(1) dinâmica populacional e urbanização;
(2) rede e hierarquia urbana;
(3) regiões metropolitanas;
(4) processo de urbanização brasileiro;
(5) desigualdades e segregação sócio-espacial; e
(6) planejamento e gestão: Planos Diretores e o Estatuto da Cidade.
d) Eixo 4. Região e regionalização:
(1) evolução e organização do espaço no Brasil primário-exportador;
(2) modernização econômica e desenvolvimento regional;
(3) regionalização e planejamento territorial;
(4) reestruturação produtiva, redes e as novas propostas de regionalização; e
(5) identidade nacional e regionalismos.
e) Eixo 5. Dinâmica populacional brasileira:
(1) movimentos migratórios;
(2) dinâmica demográfica;
(3) população e trabalho; e
(4) composição social e étnica.

BIBLIOGRAFIA:
DE SENE, Eustáquio e MOREIRA, João Carlos. Geografia Geral e do Brasil: espaço geográfico e globalização. São Paulo. Editora Scipione. 2010.
MAGNOLI, Demétrio. Geografia para o Ensino Médio. São Paulo. Editora Atual. 2008.

3) Programa de História do Brasil:
a) Colônia:
(1) os primeiros anos da colonização: administração e bases econômicas;

(2) economia açucareira;
(3) domínio espanhol → Invasões Holandesas;
(4) expansão territorial;
(5) economia mineradora; e
(6) crise do Antigo Regime → movimentos nativistas (Inconfidência Mineira e Conjuração Baiana).
b) Império:
(1) o processo de independência: a vinda da Corte, o Período Joanino;
(2) o Primeiro Reinado: a constituição e a abdicação;
(3) o Período Regencial: instabilidade política e rebeliões;
(4) o Segundo Reinado: a política interna → a construção do Estado Imperial; a economia: o café, o surto industrial, o fim do tráfico negreiro e a imigração → a questão da mão-de-obra e a transição para o trabalho livre; a política externa: a Guerra do Paraguai; e
(5) a crise do Império: a Proclamação da República.
c) República:
(1) a Primeira República: os governos militares e a política do “café-com-leite”→ o coronelismo, a questão social (as rebeliões) e a economia cafeeira;
(2) as crises e o fim da Primeira República: o Tenentismo, a Crise de 1929 e a cisão das oligarquias → a Revolução de 30;
(3) a Era Vargas: Governo Provisório e o Estado Novo;
(4) economia na Era Vargas: as transformações econômicas → intervenção do Estado e desenvolvimento industrial;
(5) a redemocratização: 1946-64;
(6) segundo governo Vargas e o nacionalismo econômico; e
(7) JK e o desenvolvimentismo.

BIBLIOGRAFIA:
KOSHIBA, Luiz & PEREIRA, M. F., Denise. História do Brasil no contexto da historia ocidental. 8ª ed, São Paulo: Atual Editora, 2003.
COTRIM, Gilberto. História Global – Brasil e Geral. 9ª ed, São Paulo: Saraiva Editora, 2008.

×